Viciado em Cinema e TV (A Sequela) por Nuno Cargaleiro

Março 29 2005


Sinopse: Miles, um recém divorciado e pretenso escritor, com uma fixação em vinhos, decide combinar com o seu velho amigo Jack, actor de telenovela, uma viagem de despedida de solteiro pela região vinícola do Vale de Santa Ynez. Jack procura nessa viagem o seu último sabor de liberdade. Miles só quer saborear a perfeição numa garrafa de vinho Pinot.

Trailer

Título Original: Sideways

Realizador: Alexander Payne

Interpretes: Paul Giamatti; Thomas Haden Church; Virginia Madsen; Sandra Oh

"Election" (1999), "About Schmidt" (2002) e "Sideways" (2004) são os últimos três filmes de Alexander Payne. Está anunciado a realização de um novo filme, "Nebraska", para confirmar mais uma vez, espero, a genialidade deste Realizador, Produtor e Argumentista.

Em cada um dos filmes de Alexander Payne existe uma relação muito viva à realidade, com personagens normais (feias, bonitas, mas sem uma sensação plástica de pré-fabricado), que vivem períodos que qualquer pessoa pode viver: desde à competição em obter uma posição de estatuto superior (Election), passando pelo drama de perder a companhia e reencontrar um novo ânimo para a vida (About Schmidt), até ao confronto com a meia idade e o conflito e decisões que daí advem, com a devida reflexão sobre as suas consequências (Sideways).

"Sideways" é uma história sobre os caminhos paralelos que podemos escolher à medida que avançamos pela vida (metáfora várias vezes demonstrada com a viagem pela auto-estrada e a escolha de saídas durante o caminho). É uma história sobre fraude, conflitos internos com o passado, e sobre amizade e redescobrir o amor com uma outra consciência. Muito pouca coisa do argumento é por acaso. A relação intima com o vinho é de facto a demonstração das visões pessoais de cada personagem com a vida, destacando-se a conversa espantosamente bem escrita em que a personagem de Virginia Madsen descreve como é que para ela uma garrafa de vinho é um ser vivo que reage ao mundo que lhe rodeia (interpretação que lhe deveria ter dado o Oscar). A personagem de Thomas Haden Church vai casar, e o mesmo não leva a sério esse passo, assim como não leva a sério cada gole de vinho que prova. Para ele, qualquer um é bom, por isso não é de espantar que a sua visão para viagem de despedida de solteiro seja continuar a ter uma vida de solteiro, embriagando-se com a sua "capacidade" de sedução com qualquer mulher que lhe demonstre interesse. Por outro lado, Paul Giamatti é neste filme um homem totalmente fracassado a todos os níveis que encontra escapatória no seu prazer e conhecimento de vinhos, usando tudo isso para fugir à sua própria realidade, recusando avançar para além disso. Quando Paul Giamatti descreve com precisão cada um dos vinhos, ele está no fundo a demonstrar que tem algum valor por poder dizer o que diz. Nesses momento ele sente-se melhor, contudo, tudo isso é como ficar embriagado, pois rapidamente confrota-se consigo e é para ele como estar ressacado.

Diante estas personagens, podemos dizer que é Virginia Madsen que tem o paladar mais apurado. Paul Giamatti pode ter um conhecimento bastante profundo sobre vinhos, mas é Virginia Madsen que tem o paladar mais apurado, visto que de entre todos, é aquela que já despertou e que neste momento está mais acordada para a vida, tendo novos projectos (o mestrado que a mesma está a tirar) e uma força para se manter "intacta" a magoar-se novamente. É em Virginia Madsen que o enredo altera-se. É ela que atinge Paul Giamatti, e consegue produzir-lhe alguma reacção.

Nenhuma das personagens é moralmente repreensivel, tendo todas elas momentos de grande drama em que podemo-nos sensibilizar, e por vezes identificar com eles. É pena que a personagem de Sandra Oh não seja mais desenvolvida, pois sendo a única personagem com filhos poderia dar uma outra visão à realidade de "crise na meia idade".

"Sideways" é um filme que apesar de se debruçar sobre um grupo alvo específico, fala sobre e com uma língua universal que cada um pode adaptar para a sua experiência de vida. É um filme bem disposto e divertido, que com todo a sua temática dramática, acaba por apresentar uma visão bastante positiva. É absolutamente imperdível.

5 estrelas

publicado por Nuno Cargaleiro às 10:29

Março 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
19

20
26

27


arquivos
pesquisar