Viciado em Cinema e TV (A Sequela) por Nuno Cargaleiro

Agosto 03 2005


Existem vários aspectos a serem considerados antes de avaliar globalmente este filme. Este grupo de herois apesar de ser conhecida como "a família de super-herois mais conhecida da banda desenhada" acaba por ser isso mesmo, uma família. Logo, não vende nem fascina tanto como outras equipas de super-herois, donde o melhor exemplo é os X-Men. Se não fosse os acordos que a Marvel tem estabelecido com os estúdios de cinema, o mais provável era nunca vermos este filme, ou pelo menos não tão cedo. Assim, ao "arriscar" neste conceito, a palavra de ordem para os estúdios foi Poupar. O resultado demonstra que não se deveria ter percebido esse conceito.

Começando pela realização, tem que ser dito que nunca poderia existir pior escolha: Tim Story??... O homem realizou o remake americano de "Taxi"!!!... Existe pior curriculo que esse? Depois, retirando o nome de Jessica Alba, que ainda está a afirmar a sua posição no mercado, não existe nenhum nome que chame. Isto não é obrigatoriamente mau, e já irei debruçar-me sobre isso a seguir, mas demonstra que este filme foi produzido de uma forma superficial e que se tivessem sido tomadas outras considerações e cuidade pela produção e realização poderia originar um seguimento de fãs.

Assim, o que temos: um produto enlatado para entupir adolescentes, que destroí um argumento razoável que até consegue demonstrar o clima de "picardia" e afecto que representa o espírito do Quarteto Fantástico. Aí, os actores são de louvar, pois mesmo não tendo uma interpretação soberba, são do melhor do filme. Todos menos Dr. Doom... Não gostei da interpretação de Julian McMahon, que mantém o tom como se estivesse numa série televisiva... Sinceramente, esperava mais para a interpretação da personagem.

Existem efeitos especiais bem feitos, como outros muito mal feitos, que desiludem terrivelmente. Muitos não deverão gostar do The Thing ser um fato que o actor usa, em vez de CGI, apesar de eu ter gostado da escolha (permite uma maior expressão por parte do actor). Quarteto Fantástico é um filme de contracensos, como se tivesse fintado a si mesmo...

Para ver e pedir... NEXT... (o que é pena!... espero que aprendam, se eventualmente houver uma sequela.)

2 estrelas
Razoável
publicado por Nuno Cargaleiro às 06:01

Agosto 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

15
19
20

22
25
26
27

28
31


arquivos
pesquisar
 
subscrever feeds