Viciado em Cinema e TV (A Sequela) por Nuno Cargaleiro

Maio 08 2006



Sinopse

" A saga de Áurea começa em 1910, quando, em busca de um sonho que nunca lhe pertenceu, ela chega em caravana a um enorme labirinto de areia no Maranhão, Norte do Brasil. À procura de terras que o marido, Vasco, acredita serem prósperas, ela se vê condenada à vida num lugar inóspito, tendo como única companhia feminina sua mãe, Dona Maria. Grávida, e inconformada com o destino, a mulher faz de tudo para encontrar uma saída. Mas o tempo vai pouco a pouco transformando essa história embalada por profundos sentimentos, que vão do desespero à plenitude.

São 59 anos convivendo com a iminência da partida. A princípio impedida por Vasco, Áurea é obrigada a morar numa casa no alto de uma duna. Até que um dia, ao lado da mãe, ela presencia a morte do marido, soterrado na própria loucura e, num misto de dor e alívio, acredita estar livre. Mas, na verdade, virara refém da sorte.

Abandonada no deserto com a filha, Dona Maria sai à procura de um pequeno povoado originário de um antigo quilombo, onde só vivem negros. E assim conhece Massu, que virá a ser o grande companheiro das duas. É ele que as ensina a trocar pertences por comida. E sal, trazido de longe por Chico, único homem capaz de chegar e sair dali deliberadamente, e a quem Áurea se apegará na esperança de partir depois de dar à luz.

Nasce uma menina, também chamada Maria. Nove anos passam e Dona Maria é a primeira a dar sinais de que há sentido na vida naquele lugar. Mas Áurea continua obstinada, esperando a filha crescer para encarar a travessia. A possibilidade de realizar o seu maior desejo ressurge com a volta do vendedor de sal. Quando tudo parece perfeito, Massu surpreende, impedindo a partida.

Desesperada, Áurea corre pelo areal atrás de Chico. Em vez dele encontra o Tenente Luiz, jovem que guia um grupo de cientistas na pesquisa do eclipse do sol na região. Numa passagem emocionante, ela resgata sentimentos, redescobre o sexo e a chance de refazer a vida. Porém, mais uma vez por circunstâncias que independem de sua vontade, Áurea permanece no areal. E, ao lado de Massu, descobre que, na verdade, seu lugar é ali.

Durante os 59 anos em que passam a história, alguns atores se alternam na interpretação dos personagens. Fernanda Montenegro é Dona Maria, Áurea (aos 60 e 87 anos) e Maria (58 anos). Fernanda Torres interpreta Áurea (28 e 37 anos) e Maria (31 anos). Seu Jorge divide o papel de Massu (30 e 39 anos) com Luiz Melodia (62 anos). Já Luiz é vivido por Enrique Diaz (35 anos) e Stênio Garcia (58 anos). Ruy Guerra é Vasco de Sá e Emiliano Queiroz, Chico do Sal. O filme apresenta a jovem Camilla Facundes como Maria aos 9 anos de idade."
texto retirado do site oficial do filme: para ver clique aqui.

Para quando a estreia deste filmes nas nossas salas?... Mesmo tendo a qualidade do realizador Andrucha Waddington, que já nos apresentou o filme "Eu Tu Eles" onde é discutido, de um modo bem disposto, uma relação poligâmica entre uma mulher e três homens.
publicado por Nuno Cargaleiro às 00:11

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

18
20

27

30


arquivos
pesquisar
 
subscrever feeds